sexta-feira, 11 de novembro de 2011

De pé no chão

Tema: No meu jardim quintal
Por Taffa

Google

Costumo dizer que vivo num paradoxo, pois embora ame edifícios altos e sempre tenha sonhado em morar num apartamento lá em cima, também tenho vontade de ter um enorme jardim. Sei que é na contramão criar qualquer coisa além de uma planta artificial no trigésimo andar, mas eu imagino que desistiria da ideia de subir pelo elevador caso pudesse chegar numa casa no térreo para me deparar com um quintal gramado gigante e povoado por árvores e cachorros.

A minha vida, na verdade, se resumiria a um zoológico. Eu me casaria com um urso, juntos teríamos vários cães (ou gatos) e adotaríamos um filhote. O último é um plano em longo prazo, eu sei, mas não me importo de povoar o meu futuro com esses tipos de ideias pré-planejadas.

Meu jardim não seria tão pomposo e, na verdade, nem sei se vocês o chamariam assim. Tudo isso porque eu não teria arbustos ornamentais ou plantas que demandam aparo semanal e cuidado constante. Eu queria mesmo era um terreno grande com grama sobrando aos fundos e à frente da casa, onde eu poderia colocar na entrada alguns gnomos de jardim junto a um mini poste semicoberto pela hera. No fundo eu teria árvores para que meu filho pudesse ainda ter o contato que tive com a terra e, para finalizar, vários animais correndo e fazendo barulho pelo terreno.

A respeito das flores, não teria preferência por alguma, pois as que aparecessem nas árvores durante as estações seriam sempre bem-vindas. Mas adoraria mesmo acordar nas manhãs geladas e me deparar com a grama toda coberta pela garoa. Nessas horas me sentaria na varanda e ficaria por lá, indefinidamente, olhando meu nem tão requintado jardim despertar naquela manhã bela e preguiçosa de inverno.

18 comentários:

  1. inovei e não quero um jardim, mas um zoológico particular.

    ResponderExcluir
  2. assim como o ráfa sempre puxa pro lado da padaria, eu sempre puxo pro lado do frio.

    vai saber.

    ResponderExcluir
  3. sou lindo e mudei minha hora de postagem para 11h11 do dia 11/11/11

    ResponderExcluir
  4. é uma história de amor gay, a hora tem que ser gay também.

    ResponderExcluir
  5. Taffa, seu lindo, adorei o post. Eu queria esse quintal, e um bofe, não necessariamente o do seu estilo.

    ResponderExcluir
  6. A Nina vai chegar, qualquer hora. Vem???

    ResponderExcluir
  7. rosaninha, no dia que vc ganhar uma pegada de urso, vai apaixonar e preferir desde então.


    testemunho de alguém que já passou por isso.

    ResponderExcluir
  8. não vou pra Patópolis neste feriado.

    snif

    ResponderExcluir
  9. nossa pra essa sensação do último parágrafo ficar melhor só se você plotasse uma foto minha gigante [porque em tamanho real é pequeno..] bem assim no seu portão, de costas pra rua.
    pra você ficar olhando...

    ResponderExcluir
  10. e é isso aí.. esse trem de um monte de florzinha é coisa de viado!

    ResponderExcluir
  11. é melhor ter filho gato que cachorro, brant.
    se for cachorro vai chover nora reclamando no seu terreno.

    ResponderExcluir
  12. quero plotar, laura. pode me mandar a foto. HAHAHA

    ResponderExcluir
  13. é melhor ter filho gato que cachorro, brant.
    se for cachorro vai chover nora reclamando no seu terreno


    vai ser gato sim. gato igual o pai

    UAU

    ResponderExcluir
  14. gosto do seu jardim mas zoológico é muito pra mim
    :)

    ResponderExcluir
  15. Você é CHATO....

    TÔ AQUI E VOCÊ NEM TÁ.
    sniffff

    ResponderExcluir
  16. Eu te dou uma muda das minhas orquídeas procê colocar nas árvores, Brant!

    ResponderExcluir

Sinta-se em casa. Sente-se conosco,tome um guaraná e comente o que você quiser e depois, aguente!!! hihihi